Licença-parental e o enfrentamento da desigualdade de gênero no mercado de trabalho

Ana Carla Harmatiuk Matos, Débora Simões da Silva

Resumo


O presente artigo tem o escopo de apresentar a licença-parental como alternativa à licença- maternidade, no intuito de abordar criticamente a paternidade colaborativa, buscar a igualdade no seio familiar e contribuir à superação da desigualdade de gênero no mercado de trabalho. Para tanto, aborda fundamentos empíricos e teóricos. Conclui-se, ao fim, que embora a licença-parental não esteja prevista legislativamente, é possível aplicá-la por analogia às experiências de homoparentalidade.

 


Palavras-chave


Desigualdade de gênero; licença homoparental; licença-parental; paternidades colaborativas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.