Uma agenda para o direito civil-constitucional

Anderson Schreiber, Carlos Nelson Konder

Resumo


O presente artigo examina a metodologia conhecida como “direito civil-constitucional”, desde suas origens na Europa continental até o seu estado atual na experiência jurídica brasileira. Após descrever os argumentos de seus principais críticos, o artigo propõe uma agenda para o futuro da referida metodologia, incluindo a reforma do ensino do Direito Civil no Brasil, a revisão de novas e antigas dicotomias, a extensão do direito civil-constitucional aos campos próprios de atuação do Poder Legislativo e do Poder Judiciário, entre outros pontos.


Palavras-chave


Direito Civil; Constitucionalização; Metodologia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 Indexada em | Indexed by: